Poesia

Amor divino 

17 Abril 2018
Amor divino  Adriano Jordao

Amor divino 

 

Neste embalo fraterno  

Respiro graças e louvor 

Conto com a tua gratidão  

E com o teu divino amor 

 

Quero ir bem longe  

Em salpicos de felicidade  

Perpetuar junto de ti  

A minha eterna mocidade  

 

Jamais farei o ideal…  

Tentarei sempre idealizar 

Pergaminhos de ternura 

Fiéis ao verbo amar 

 

Volto atrás na esperança  

De conquistar teu coração  

Rejubilo freneticamente  

Pois sinto o com emoção  

 

Terás tu te apaixonado  

Ou recusas o dizer 

Mesmo não dizendo, eu sinto 

Vamos nos amar até morrer 

 

Recuso me a julgar 

Seja ele quem for 

Mas atrevo me a elogiar 

O meu grande Amor  

 

Desejo apenas ficar 

Para sempre  no teu coração  

Partilhar lindas histórias  

De alegria e emoção  

 

Falo te com entusiasmo  

Neste oásis de felicidade 

Anúncio te muito amor 

E um império de fidelidade 

 

Sempre presente e atento 

As cicatrizes que a vida trará  

Com fé e muito amor 

Tudo se resolverá  

 

E assim deixo me embalar 

Por mais amplo que seja o desejo 

Beijar esses teus lábios  

E voltar a repetir esse beijo. 

 

Adriano Jordao 


PUB
PUB

Últimas [Sem categoria]